Radioterapia


A radioterapia utiliza radiação de alta intensidade para destruir células cancerosas, procurando minimizar danos às células sadias. Em geral, aparelhos externos são usados na aplicação de radioterapia contra câncer de mama. Mas em alguns casos, o médico opta por colocar um dispositivo radioativo dentro do organismo da paciente.


Em algumas mulheres, o tratamento por radioterapia, exclusivamente, já basta para curar o câncer de mama. Mas na maioria das vezes a radioterapia é usada depois da cirurgia como terapia complementar ou “adjuvante”. A terapia pode ser aplicada antes da cirurgia para reduzir o tamanho do tumor antes de removê-lo. Nesse caso, o procedimento é uma terapia “neoadjuvante”. O planejamento é um aspecto muito importante da radioterapia e o processo pode demandar várias consultas até que o radioterapeuta esteja satisfeito com os resultados.

 

A freqüência das sessões de radioterapia varia conforme o quadro da paciente. Em geral, a terapia consiste em 5 seções por semana ao longo várias semanas. As sessões de radioterapia são de curta duração, como um raio-X um pouco demorado. Os efeitos colaterais provenientes desse tipo de tratamento, como sensibilização da pele, inchaço ou fadiga desaparecem logo após o fim do tratamento. Peça ao seu médico para detalhar bem o processo antes de iniciar o tratamento radioterápico.

Please reload