Tratamento cirúrgico

 

Se no seu caso a cirurgia é a melhor opção, seu médico irá ajudá-la a escolher entre fazer uma setorectomia – que é a remoção de uma pequena parte da do seio – ou realizar uma mastectomia, a remoção integral da mama.

 

Setorectomia


Na setorectomia, remove-se o mínimo possível de tecido, apenas a área adjacente ao câncer. Em geral, aplica-se radioterapia como tratamento complementar após a cirurgia. Hoje, a setorectomia é a terapia indicada para um grande número de casos.

 

Mastectomia


Para algumas pacientes, o tratamento mais adequado é a mastectomia. Na mastectomia, a mama é removida integralmente, e a reconstituição do seio pode ser feita na mesma cirurgia, dependendo de cada caso. Em alguns casos, talvez seja necessário remover também os nódulos linfáticos da axila e possivelmente alguns músculos do tórax, um procedimento chamado “mastectomia radical modificada”.

 

Remoção de nódulos linfáticos

 

Em ambos os procedimentos cirúrgicos, geralmente o cirurgião também retira alguns nódulos axilares para verificar a presença de células cancerosas. Isso ajuda o médico a determinar se o caso requer alguma terapia adicional.

 

Decidir o Que é Melhor


Se você tiver que decidir entre a lumpectomia ou a mastectomia, você e seu médico devem considerar o seguinte:
• Qual o procedimento mais indicado para o seu caso.
• O volume da mama permite fazer tratamento conservador.
• O quanto importa para você manter a mama.
• A sua disponibilidade para fazer radioterapia 5 vezes por semana durante várias semanas.
• Se você pretende usar uma prótese, fazer a cirurgia plástica de reconstituição do seio, ou nenhum das duas coisas.


Procure conversar com outras mulheres que já passaram por isso e que tiveram de tomar as mesmas decisões.

 

Efeitos Colaterais


O processo cirúrgico pode causar os seguintes efeitos colaterais: sensibilidade, reação a anestesia e algum sangramento. Outros tipos de cirurgias para câncer de mama podem fazer com que a sua mão e o seu braço se tornem mais vulneráveis a infecções, gerando inchaços e inflamações, ou linfedemas. Para evitar isso, você deve evitar ferimentos e esforços excessivos com a mão e o braço. Em algumas tarefas, é recomendável usar luvas para evitar cortes. Evite queimadura de sol, não carregue objetos pesados com o braço afetado e mantenha a pele sempre limpa e seca.

 

 

Please reload