O que causa câncer?
 

Assim como em outros casos de câncer, existem genes que tem desempenho no desenvolvimento do câncer de mama. Genes são pequenos pedaços de DNA, que é o material genético da célula. Pode-se dizer que os genes são o manual de instrução da célula. Comandam o crescimento, a divisão e a morte da célula. Quando existe uma mudança em um desses genes, essa alteração se chama mutação. Nem todas as mudanças são maléficas, mas alterações genéticas podem levar a um crescimento celular descontrolado, o que eventualmente leva ao câncer. A mutação genética pode ser herdada ou adquirida. As mutações adquiridas são aquelas que ocorrem ao longo do tempo.

 

Quanto maior a idade, maior são as probabilidades de você adquirir mutações. Isso também vale para câncer de mama, cuja probabilidade de incidência aumenta com a idade.

 

Genes herdados são aqueles passados de pais para filhos. Se algumas pessoas na sua família têm algum tipo de câncer, pode ser que exista uma mutação no gene familiar. Se no seu histórico familiar houver diversos casos de câncer de mama, seu médico pode testar seu sangue e determinar se você possui uma mutação genética que pode aumentar probabilidade de você contrair a doença.

 

Sabemos que há três genes que quando sofrem mutação aumentam o risco de câncer de mama. Células com mutações nesses genes tem uma probabilidade bem maior de se tornarem cancerígenas. Se você disser ao seu medico que sua mãe, irmã, ou filha tem câncer de mama, o médico poderá lhe pedir um teste para verificar se você tem a mesma mutação em algum desses três genes. Mulheres que apresentam alguma mutação correm maior risco de desenvolver câncer de mama, e precisam ser observadas atentamente para que a eventual presença de um tumor seja detectada bem no inicio.

Please reload